Férias com segurança

TENDÊNCIAS

Ferias
Ferias

A época mais esperada do ano chegou: dezembro, janeiro, festas e férias. É hora de preparar as malas para mais uma viagem tão aguardada. Se por um lado todos comemoram, por outro, existe o receio de abandonar (por um período) o seu lar. Afinal, é exatamente durante as férias que os criminosos aproveitam para agir.

A Edmur está aqui para ajudar você, por isso separamos algumas dicas para manter o seu lar seguro durante as tão merecidas férias.

– Cuidado com a iluminação: aquele velho truque de deixar as luzes sempre acesas dentro do imóvel (para parecer que tem alguém na casa) pode surtir um efeito contrário. Isso pode levar com que os mal intencionados sejam atraídos para a sua residência, pois ninguém fica com as luzes acesas durante o dia, o tempo todo. Se possível, use temporizadores, que ligam e desligam as luzes no horário determinado.

– Evite comentar sobre a viagem: em tempos de redes sociais, onde todos os segredos são compartilhados, manter o entusiasmo sobre a sua viagem para si mesmo é uma tarefa extremamente complicada, porém necessária. Se decidir contar sobre seu passeio, certifique-se de não estar próximo a pessoas desconhecidas, como em locais públicos. Uma das principais estratégias dos criminosos é sempre estar atentos a tudo o que passa em sua volta.

Ao sair da sua casa, seja ao ir para o aeroporto ou para a rodoviária, não saia com as suas malas na rua. O carregamento deve ser feito de uma maneira rápida e ágil, de forma que essa situação passe despercebida. Caso você chame um motorista, procure pessoas de confiança.

– Planejar as entregas: peça a alguém que você confie para buscar as suas correspondências, entregas de jornais ou revistas, se possível, todos os dias. Ou, simplesmente, cancele-as.

– Crie um movimento na casa: deixe as chaves da sua residência com alguém de extrema confiança e peça que essa pessoa visite o local. As portas devem ser abertas, o jardim deve ser regado, isso tudo para criar um movimento ilusório de que a casa não está abandonada.

– Cuidado com os saques em dinheiro: caso seja preciso sacar dinheiro para o seu passeio, prefira fazer isso em locais fechados. Atenção na hora de fazer o saque é essencial. Fique atento ao sair do banco e retornar para a sua casa.

– Transfira as ligações fixas: infelizmente vivemos em uma sociedade onde existe a inteligência para o bem mas também para o mal. Uma das estratégias dos ladrões é ligar para a residência em diversos horários para se assegurarem de que não tem ninguém no local. A solução para esta situação é muito simples, basta redirecionar as chamadas do seu telefone fixo para o seu celular, simulando a sua presença na casa.

– Dinheiro, joias e outras peças de valores não devem estar na casa: guarde-as em outros lugares, já que a invasão é possível. Procure um outro lugar seguro para hospedar seus pertences.

– Confira as janelas e portas: alguns criminosos são muito determinados e não desistem logo na primeira tentativa. Portanto, verifique cada porta, cada janela. É bom verificar se ela está em bom estado e se, de fato, pode proteger a sua casa.

– Conte com o seu vizinho: tenha uma boa relação com o seu vizinho pois ele pode te dar notícias sobre a sua residência e, se for preciso, acionar a polícia. Fique em contato com ele durante a sua viagem.

– Desligue a campainha: a mesma estratégia utilizada pelos ladrões com as ligações, é utilizada com a campainha. Os criminosos tocam a campainha diversas vezes durante o dia para garantir que o imóvel está vazio. Quando eles escutam o sinal do lado de fora em vários horários e notam que ninguém atende, os bandidos aproveitam a oportunidade para realizar o roubo. Para este problema, existe uma solução simples: desligue a sua campainha.

– Chave reserva e contato: faça uma cópia da sua chave e deixe ela e o seu contato com alguém de confiança, de preferência um amigo ou parente. Não deixe as chaves na portaria, em casos de  condomínios fechados ou edifícios.

– Jardins: no caso de casas com jardim na frente, contrate alguém para mantê-lo limpo, assim você evita comentários de que a casa está abandonada.

– Ronda motorizada: pode ser muito eficiente sim. A ronda consegue diminuir essa janela de tempo sem que exista alguém verificando a casa.

– Um bom sistema de detecção de fumaça: compre um suporte com excelente sistema de detecção de fumaça. Assim, você vai conseguir identificar algum problema técnico ou criminoso.

– Sistema de segurança eletrônica: proteja a sua casa com equipamentos de alarme de monitoramento remoto. Coloque câmeras e sensores de presença junto com cercas eletrônicas. Para que estes equipamentos funcionem da maneira correta, é preciso verificar se estes estão em ordem. Portanto, antes de viajar, certifique-se disto.

É importante lembrar que você deve avisar a vizinhança sobre o sistema do seu alarme.

– Tranque e reforce a casa: pode parecer besteira, mas existem casos de pessoas que tiveram suas residências invadidas por terem esquecido a porta destrancada ou uma janela aberta. Por isso, antes de viajar, faça um checklist de todas as possíveis entradas da sua casa e certifique-se de que a casa esteja totalmente fechada. Para evitar que os bandidos saibam que a casa está vazia, feche as cortinas e persianas.

– Tire todos os aparelhos eletrônicos das tomadas: é importante lembrar que não só os criminosos podem trazer riscos para a segurança do seu lar enquanto você estiver fora. Desligar os aparelhos eletrônicos da tomada auxilia na economia de energia e ainda pode evitar que os aparelhos “queimem” em caso de descargas elétricas ou provoquem um incêndio.

– Trave a saída de gás: imagina receber uma notícia que sua casa foi toda destruída por um vazamento de gás? Evite esse transtorno e acione a trava de segurança, evitando vazamentos que podem resultar em explosões.

– Desocupe sua geladeira: consuma todos os alimentos perecíveis: carnes, embutidos, queijos, leite, frutas, verduras, legumes, etc. Evite voltar de férias e encontrar uma geladeira infestada de bolor.

Créditos: bluebudgie / Fonte: Pixabay

– Retire o lixo: o acúmulo pode atrair moscas, ratos, pombos e baratas que podem ser disseminadores de doenças graves.

– Evite o acúmulo de água: coloque sal nos ralos de esgoto; mantenha a caixa d’água fechada; não deixe água acumulando em pneus e potes; coloque areia nos pratinhos dos vasos de plantas e esvazie a sua piscina caso a sua viagem seja muito longa. Não podemos esquecer dos mosquitos e pernilongos transmissores  de doenças de alta gravidade como:  dengue, febre amarela, leishmaniose, zika e chikungunya.

– Contas em débito automático: evite que elas caiam no esquecimento. Para isso, coloque as contas de telefone, água, luz, internet no débito automático.

– Cuidado com os animais de estimação: caso o seu animal de estimação não te acompanhe durante a sua viagem, deixe ele com alguém de confiança e que tome conta dele corretamente. Caso você decida levá-lo em sua viagem, verifique se o hotel ou pousada aceitará o seu animal de estimação e evite constrangimentos e dores de cabeça.

Equipamentos e sistemas ajudam a reforçar a segurança

Fechadura digital: além de dispensar o uso de chaves (pois o acesso é feito por meio de senhas/cartões  de aproximação ou biometria), é possível adicionar ou remover o acesso de uma pessoal sem precisar trocar a fechadura.

Nobreak: Um nobreak ou UPS (Fonte de Energia Ininterrupta, na sigla em inglês) é primordial para manter todos os sistemas de segurança em funcionamento caso a energia da casa seja cortada de maneira proposital ou por tempestades.

Quanto você pode economizar?

Além de deixar sua casa segura, desconectar os aparelhos eletroeletrônicos das tomadas pode ser uma vantagem quando se trata de economia de energia elétrica. Mesmo sem uso, é comum o freezer; rádio-relógio e geladeira ficarem consumindo energia.

Se ligada durante quatro horas diárias, a geladeira consome cerca de 36 kWh mensais. O consumo de cinco luzes stand-by em um mês chega a bater o número de 3,6 kWh e de um rádio-relógio, a 7,2 kWh. Uma lâmpada de 40W pode consumir 28,8 kWh por mês, totalizando o valor de 75,6 kWh ou um custo estimado de R$ 28,35. Porém, se usarmos somente a geladeira durante o mês, o gasto pode cair para R$ 13,50.

Relembrando… 17 dicas para manter sua casa segura nas férias

1- Fale com um único vizinho.

2 – Adquira uma corrente grossa e cadeado resistente. Tranque o seu portão com o cadeado, mas deixe a corrente bem frouxa para evitar o efeito alavanca provocado pelo pé de cabra.

3 – Informe os porteiros ou vigilantes.

4 – Não deixe a correspondência acumular.

5 – Cuidado com o que você posta.

6 – Não deixe as luzes acesas.

7 – Desligue aparelhos eletrônicos.

8 – Deixe o cadeado do portão para o lado de dentro.

9 – Esvazie a geladeira.

10 – Desligue a campainha.

11 – Não deixe dinheiro/joias e peças de valor na sua casa. Os cofres de bancos existem para essa finalidade.

12 – Se a viagem for prolongada, cancele revistas, encomendas ou jornais que possam configurar a ausência dos donos da residência.
13 – Programe seu telefone fixo para o modo “siga-me”.

14 – Um cão, por mais que bem treinado, não tem o poder de impedir uma ação criminosa.

15 – Câmeras de segurança podem ajudar a desestimular os bandidos. Grave diariamente e, se possível, ligue à internet, pois assim, você pode monitorar a sua casa à distância.

16 – Desligue a chave geral e o registro de água para evitar surpresas desagradáveis.

17- Quando retornar, cheque se não existe algo de diferente em sua casa e, em caso positivo, ligue para a polícia.

Dicas rápidas:

Cuidados com a hospedagem:

Cheque a reserva efetuada e as condições de pagamento acertadas. Isso evita surpresas desagradáveis e constrangedoras.

Cuidados com a viagem de ônibus:

Fique muito atento à sua bagagem, tanto na rodoviária quanto dentro do ônibus. Verifique os custos, às vezes o preço de uma passagem de avião sai o mesmo valor de uma passagem de ônibus, e a relação conforto/tempo é incomparável.

Viagem de avião:

Faça o check-in em casa e chegue com antecedência ao aeroporto. Isso evita filas e maiores transtornos.

Cuidado com os documentos:

No hotel, guarde seus documentos e objetos de valor no cofre.

Transporte:

Faça uma boa revisão no seu carro antes de pegar a estrada.

Bagagens:

Arrume as suas malas com antecedência. Faça um check-in do que deve ser levado e evite a sobrecarga desnecessária. Coloque etiqueta em suas malas com seu nome completo, endereço, telefones e e-mail. Tome cuidado com as suas bagagens em aeroportos e rodoviárias, fique sempre de olho.

Agora sim você pode ir viajar tranquilamente. Aproveite suas férias. Relaxe e curta bastante. Você trabalhou muito por isso e merece ficar em paz nesse momento tão aguardado.

A Edmur ajuda você a encontrar o seu lugar no mundo. Entre em contato com a gente!

——————————————————

DICAS

10 dicas para manter sua casa segura nas férias

1- Fale com um único vizinho.

2 – Adquira uma corrente grossa e cadeado resistente. Tranque o seu portão com o cadeado, mas deixe a corrente bem frouxa para evitar o efeito alavanca provocado pelo pé de cabra.

3 – Informe os porteiros ou vigilantes.

4 – Não deixe a correspondência acumular.

5 – Cuidado com o que você posta.

6 – Não deixe as luzes acesas.

7 – Desligue aparelhos eletrônicos.

8 – Deixe o cadeado do portão para o lado de dentro.

9 – Esvazie a geladeira.

10 – Desligue a campainha.