Dicas que vão te ajudar a realizar o sonho da casa própria

TENDÊNCIAS

artigo-07-destaque-masonry
artigo-07-destaque-masonry

Ter um lugar para chamar de seu é o sonho de muita gente. Por se tratar de um investimento alto, pode parecer um sonho distante. Mas não pense que é impossível! Com foco e controle, é possível se organizar para tornar esse sonho realidade. Veja as dicas que selecionamos para você montar seu planejamento para conquistar a casa própria.

– Estipule suas metas       

O primeiro passo é o mais importante, pois é quando você tem a chance de pensar em todos os detalhes antes de assumir uma dívida que pode levar muitos anos para quitar. Pense em valores: faça as contas do rendimento da sua família e dos gastos fixos mensais. Assim, verifique se o valor a ser comprometido com o financiamento do imóvel é compatível com a estrutura que vocês têm. Pense na localização: leve em consideração todas as necessidades da família. Pense que será bem melhor morar perto do trabalho ou da escola das crianças, por exemplo, pois os gastos com transportes seriam diminuídos. Pense no tipo de imóvel: usado, novo ou na planta. Se for em condomínio, tenha em mente os gastos a mais com taxas de rateio de despesas.

Pense no tipo de financiamento: com o banco ou com a construtora? Considere utilizar os recursos do FGTS para o pagamento das parcelas ou, se a família tiver condições, dar uma quantia alta de entrada – se julgar conveniente, vender o carro ou algum bem de valor pode ser uma opção.

Depois de pensar em tudo isso, podemos ir para o passo seguinte.

– Simule o novo estilo de vida      

Antes de fechar qualquer negociação, é importante vivenciar o novo estilo de vida para evitar surpresas e constrangimentos futuros. Planejar-se é sempre a melhor saída.

Você e sua família devem juntos se adaptar à nova rotina: se com as parcelas do financiamento uma parte do orçamento da casa ficará comprometida, vivam como se já estivessem pagando as dívidas por alguns meses antes de concluírem qualquer negociação. É uma medida que garante que vocês se comprometam com o pagamento do financiamento, além de ser uma oportunidade de economia – uma excelente dica é depositarem o dinheiro economizado em uma poupança. Ele será útil em todo o processo, conforme você verá adiante. Portanto, evitem gastos desnecessários – não comprem móveis, por exemplo; deixem para mobiliar a casa nova – e tenham foco no propósito: quanto mais dinheiro poupado, mais perto estará a realização do sonho da casa própria.

Não se esqueçam nunca: a falta do pagamento das parcelas do financiamento por algum tempo (em alguns casos, o limite de atraso é de 15 dias, por isso, atenção) acarreta a perda do imóvel.

– Negocie com consciência     

A família já se planejou, já está adaptada a viver com despesas menores, já até conseguiu juntar um dinheiro com a economia e o imóvel a ser adquirido já está em fase de negociação. Agora, o importante, é agir com consciência.

Ao negociar o valor do imóvel, evite propostas absurdas. Seja realista: quanto mais bem localizada estiver a nova morada ou quanto mais recursos estiverem disponíveis nela, mais cara será. Se aceitarem conceder descontos elevados, reflita: pode ser que haja algo de errado.

Além disso, vale salientar: se a família tiver condições, considerem dar um bom valor de entrada. Isso diminuirá os juros e facilitará o financiamento.

Por último, mas não menos importante, e conforme mencionamos no item anterior: será de extrema importância contar com uma boa reserva de dinheiro ao final das negociações. Você terá despesas com documentação, com impostos, com taxas cartorárias, entre outras. Portanto, poupar é, desde o início, a melhor forma de você realizar seu sonho da casa própria.

Quer uma dica extra? Visite o site da Edmur e confira nossas opções (na região do ABC). A sua casa própria pode estar a um clique de distância!

http://www.edmur.com.br/