Guia de Bairros

9 Dicas para fazer mudança sem dor de cabeça.

Caixas e mais caixas espalhadas, bagunça por todos os lados, correria, cansaço… Mudar de casa pode ser uma dor de cabeça sem fim se não for tudo planejado com antecedência e cuidado (já imaginou estar na casa nova e, na correria do dia a dia, não conseguir encontrar seus pertences ainda nas caixas quando mais precisar?). Separamos algumas dicas para te ajudar a se programar e a pensar em detalhes que podem facilitar sua vida enquanto organiza sua rotina em seu novo lar.

1. Antes de mais nada, programe-se!

Se você já escolheu o novo endereço, é hora de se programar. Antes de mais nada: se necessário, peça caixas vazias em lojas e supermercados para transportar seus pertences; vá juntando até que tenha a quantidade suficiente para a mudança. Monte uma lista com os afazeres todos que puder pensar e, se possível, separe-os por datas. Inclua os itens a seguir em sua lista.

2. Conheça as regras do novo lar

Se você vai se mudar para um condomínio, é essencial saber se há restrições para dias e horários permitidos para mudanças. Se necessário, deixe tudo agendado com o síndico ou o porteiro do local. Isso vale também para o caso de você estar deixando um condomínio. Além de evitar problemas, essa dica também é importante para nortear a sua programação, sugerida no item anterior.

3. Consulte o frete com bastante antecedência

Já imaginou estar com quase tudo pronto para a mudança e não conseguir o transporte? Para evitar transtornos de última hora, peça orçamentos levando em consideração o volume e a data prevista para a mudança. Há transportadoras que oferecem não somente o transporte de seus pertences, mas também as caixas e até te ajudam com a arrumação do novo lar. Para não ter dores de cabeça com avarias ou extravios, é importante que haja seguro dos itens transportados, o que vai garantir também o cumprimento do contrato.

4. Evite comprar coisas até se mudar

Com as datas agendadas e programadas, fica mais fácil se organizar para pôr as mãos à obra. Agora é hora de começar a encaixotar tudo e, por isso, vale evitar comprar coisas que podem ser adiadas. Isso vale principalmente para alimentos, pois, além do volume extra para transportar, eles podem estragar se você não se programar para consumi-los durante a mudança. Assim, dê preferência a consumir o que já está na despensa, principalmente itens perecíveis. Se for necessário desligar o gás dias antes de sair da casa, tenha em mãos alternativas para se alimentar sem precisar cozinhar.

5. Atualize o endereço de cadastros

Programe-se para atualizar seu endereço para o fornecimento de água, energia e gás. Se possível, peça o cancelamento (no endereço antigo) e a transferência para seu nome (no endereço novo) alguns dias antes da mudança. Faça também uma lista com os serviços que você utiliza – como bancos ou editoras de jornais e revistas – para não deixar de receber correspondências ou encomendas na nova morada.

6. Deixe a casa nova pronta para a chegada

Visite o imóvel várias vezes, se necessário, antes da mudança para inspecionar tudo e fazer os devidos reparos e a limpeza adequada antes do transporte de seus pertences. Lembre-se de verificar a fiação, as tomadas, as fechaduras, e capriche na limpeza e dedetização.

7. Mãos à obra!

Vamos à parte prática da mudança, finalmente. O ideal é ter tempo o suficiente para encaixotar as coisas com calma e criteriosamente. Comece pelos itens que você menos usa e, durante a rotina, vá montando as caixas e escrevendo seu conteúdo em etiquetas ou na própria caixa. Procure não deixá-las muito pesadas para não ter problemas caso precise carregá-las sozinho. O ideal é selecionar nas caixas os pertences por prioridades: itens que serão usados desde o primeiro dia na casa nova devem estar separados para você não se perder.

8. Casa nova, vida nova

Pensando principalmente em economizar tempo e energia, pratique o desapego de coisas que não usa ou que não quer mais. Analise tudo com cuidado e, se chegar à conclusão de que o acúmulo de determinados itens serão desperdício de tempo e energia, separe-os para a doação ou, se achar uma boa ideia, para a venda – será uma oportunidade para juntar uma grana extra.

9. Prepare-se para o dia da mudança!

Estamos quase lá! Dois dias antes de se mudar, desligue os refrigeradores, assim, após o degelo, você evitará o vazamento de água no transporte. Deixe as portas abertas para tirar odores desagradáveis e aproveite para limpá-los – e poupar tempo na casa nova. Um dia antes, desligue todos os eletrodomésticos e eletrônicos que puder para que eles resfriem e possam ser transportados sem problemas no dia seguinte. Quer uma dica valiosa? Tire uma foto das conexões dos aparelhos para você não quebrar a cabeça na hora de religá-los. A última dica, também muito importante para a chegada no novo lar, é montar um “kit de sobrevivência” para os primeiros dias. Aí é com você: jogo de cama, itens de higiene, utensílios para as primeiras refeições (pratos, talheres, copos), carregador de celular, remédios…enfim, separe e tenha à mão tudo o que julgar necessário para poder se organizar na casa nova enquanto desencaixota tudo.

Pronto. A vida nova te espera. Esperamos que essas dicas te ajudem a facilitar o processo de mudança – que costuma ser conturbado e bagunçado para qualquer um. E que a vida em seu novo lar seja cheia de coisas boas!

Se você ainda não decidiu o endereço novo, que tal conhecer as sugestões da Edmur? Entre no link abaixo e veja nossas opções. Seu novo lar pode estar aqui!

http://www.edmur.com.br/

 

Deixe uma resposta

Artigos Relacionados